sbackup 0.10


Olá, pessoal. Foi lançada agora há pouco a versão 0.10 do sbackup, software para backup (e restauração), simples de usar e bastante legal.

Essa é a primeira versão com a minha ajuda. Estou feliz por isso 🙂

Uma história legal do começo da minha atividade neste software pode ser vista aqui. (Em inglês).

A lista de mudanças nesta versão pode ser vista aqui.

No site de download encontra-se uma versão .deb, bem fácil de instalar.
Depois de instalado, é só ir no menu Sistema->Administração->Configuração do Backup

Fica aqui o convite para vocês instalarem e testarem o software, e, claro, se encontrarem algum bug, por favor, informem lá na página do sourceforge.

Página do projeto: http://sourceforge.net/projects/sbackup/

Qualquer dúvida, fiquem a vontade para entrar em contato comigo.

UPDATE: Screenshots

Tela Inicial:
Geral
Inclusão de pastas e/ou arquivos:
Inclusões

Exceções:
Exceções

Destino do backup:
Destino

Agendamento (backup periódico):
Agendamento

T+,

Wendell.

16 thoughts on “sbackup 0.10”

  1. Wendell,
    Gostei muito da simplicidade desse software de backup, algo que eu estava mesmo precisando, mas estou com uns probleminhas configurei para fazer um backup mas não criou o arquivo de backup, testei localmente e também em um diretório remoto pelo ssh, será que você pode me passar alguma dica?

    Abraços.

  2. Olá, José Vítor.

    Acho que não se assemelha em nada. Aliás, não conheço muito esse sistema do windows…

    Com o sbackup você faz backup de pastas/arquivos que você desejar. Se um dia for necessário, você pode restaurar estes arquivos/pastas.

    O propósito dele é um backup pessoal, de dados do usuário. Se o sistema der pau, você formata, reinstala e depois recupera seus arquivos através do sbackup.

  3. Bom, o programa poderia fazer uma “vistoria” em arquivos pré-determinados para verificar alterações nos mesmos, caso haja alteração, ele atualize o arquivo de back-up. Como no Windows que cria pontos de restauração quando é instalado algum programa. Bom, é uma idéia…

    Não é por que é um recurso do Windows que é ruim! É uma idéia interessante e seria bem útil para servidores de empresas pequenas e médias.

    No mais, parabéns! Está bem legal o programa…

  4. Olá, Eduardo. O sbackup faz isso aí que vc disse. Chama-se backup incremental. Ele só faz backup do que foi alterado desde o último backup. Você pode configurá-lo para fazer um backup completo a cada X dias…

    E eu não disse que o recurso do windows era ruim, eu disse que não o conhecia.

    T+,
    Wendell.

  5. Wendel
    Eu cliquei sim em backup now, ele até dá a mensagem de que está executando em segundo plano e indica um nº, mas não vejo o backup realizado, e como te disse antes tentei para pasta local e tmbém remotamente, e nada será que estou fazendo algo errado ??? como faço para entrar em contato contigo pelo MSN ?
    Abraços

  6. Caro Wendell

    Acho interessante implementar um função de criação de DVD ou CD de recuperação do sistema tipo aquele do Notebook caso o sisetma de pau o cara reinstala o sistema junto com os dados….

    Isso me ajudaria a difundir melhor o linux junto aos meus clientes…

    Grato pela atenção

    Sandro Amiton Vieira

  7. John,

    Migrei boa parte dos desktops da empresa para Ubuntu, e por consequência, não posso mais usar o meu script \’bat\’ que fazia backup dos e-mails.

    Pelo seu blog fiquei sabendo do sbackup, instalei e funciona muito bem, substituindo o antigo backup perfeitamente.

    Aqui vai o \’problema\’:
    Temos um servidor com Ubuntu, no qual gravo os backups dos desktops via ssh. Nas máquinas que usam cabos de rede, o agendamento funciona tudo beleza. Mas nas máquinas com placas wireless, os backups não são gravados no servidor. Quando executo manualmente nessas máquinas wireless, ele é gravado no servidor corretamente.

    Como faço debuggar esse problema? Existe algum log no sistema?

    Se puder dar uma sugestão, ao invez de escolher apenas um destino, múltiplos destinos seriam bem interessantes. Ex. Backup numa partição de dados e outro num servidor remoto via ssh.

    Valeu.

  8. Observei que o backup é gerado em formato tar.gz, e lembrando de um manual que dizia “fuja do tar.gz para backup como o diabo da cruz” eu sugiro que o programa passe a usar tar.bz2, não seria legal?

    A explicação é que o tar.gz ao encontrar o primeiro erro para, já o tar.bz2 ignora o erro e consegue restaurar o backup, embora possa conter um erro.

  9. Gostei muito de seu soft, principalmente da simplicidade gráfica sem perder praticamente nenhum recurso indispensável para quem precisa fazer backups. vc tem algum planejamento para disponíbilizá-lo para plataformas windows?

Comments are closed.